Newsletter
Notícias

Sicredi destaca apoio das cooperativas de crédito à sociedade no Dia Internacional das Cooperativas de Crédito

15/10/2020

A capacidade do cooperativismo de crédito gerar transformações positivas na sociedade foi o tema ressaltado pelo Sicredi nas ações de comemoração ao Dia Internacional das Cooperativas de Crédito, celebrado este ano no dia 15 de outubro, com o tema "Trazendo Esperança à Comunidade Global". Seja por meio do apoio ao empreendedorismo ou ações que contribuem com o desenvolvimento de economias locais, gerando inclusão e transformação social, o cooperativismo de crédito vem se mostrando, há mais de 100 anos, um instrumento para proporcionar resultados que vão além dos financeiros, levando benefícios diretos para as pessoas e as comunidades, no Brasil e no mundo.

Promover transformações em escala global só é possível por meio de uma rede que ultrapassa fronteiras e é embasada em princípios muito bem estabelecidos de intercooperação entre atores de diversos países. De acordo com o Woccu Statistical Report 2019 , desenvolvido pelo Woccu (Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito, na sigla em inglês), o cooperativismo de crédito está presente em 118 nações de 6 continentes, com mais de 291 milhões de associados e 85 mil cooperativas. No Brasil, reúne aproximadamente 11 milhões de associados e 873 cooperativas, que juntas somam cerca de R? 274 bilhões em ativos, segundo dados do Panorama do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo 2019 .

"O movimento de cooperativismo de crédito no mundo tem historicamente buscado apoiar as pessoas e comunidades, mas especialmente neste ano o Dia Internacional das Cooperativas de Crédito tem como objetivo evidenciar o papel do nosso segmento na sociedade. Nossa instituição tem crescido 20% ao ano, o que é um número expressivo, mas que só faz sentido quando entendemos que nossos resultados positivos, fruto do trabalho das cooperativas de crédito que compõem o Sicredi e seus colaboradores, geram benefício real na vida dos nossos associados e suas comunidades", ressalta Manfred Alfonso Dasenbrock, presidente da SicrediPar e da Central Sicredi PR/SP/RJ e conselheiro do Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito.

Os benefícios do cooperativismo de crédito à sociedade foram objeto de estudo realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e divulgado neste ano. O levantamento chegou à conclusão de que o cooperativismo é capaz de incrementar o Produto Interno Bruto (PIB) per capita dos municípios em 5,6%, criar 6,2% mais vagas de trabalho formal e aumentar o número de estabelecimentos comerciais em 15,7%, estimulando, portanto, o empreendedorismo local. Os cálculos do Sicredi, com base no estudo da Fipe, mostram seu impacto agregado nas cidades de mais de R? 48 bilhões em um ano e que suas cooperativas foram responsáveis pela criação de 79 mil novas empresas e pela geração de 278 mil empregos.

Do apoio ao desenvolvimento econômico à transformação social

Como forma de potencializar o seu impacto social positivo, o Sicredi aderiu oficialmente este ano ao Pacto Global, iniciativa voluntária que fornece princípios, diretrizes, informações e ferramentas para a promoção do crescimento sustentável e da cidadania, por meio de lideranças corporativas comprometidas e inovadoras. Quem integra o Pacto Global também assume a responsabilidade de contribuir para o alcance da agenda global de sustentabilidade. A Agenda 2030 tem como principal pilar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Para apoiar os empreendedores locais, o Sicredi deu início, em maio, ao movimento "Eu Coopero com a Economia Local" , buscando engajar as pessoas e entidades em prol do fomento do consumo de empreendimentos das suas localidades. A iniciativa reforça a sinergia entre o cooperativismo de crédito e os pequenos empreendedores, e está sendo realizada em todo o Brasil com a participação de mais de 100 entidades parceiras.

Ainda em 2020, a instituição teve como uma de suas prioridades levar soluções financeiras e não financeiras para dar suporte aos associados, com destaque para o crédito. Atuando junto a programas governamentais de apoio ao empreendedorismo, foi uma das instituições repassadoras de recursos via Programa Nacional de Apoio às Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), por meio do qual foi concedido R? 1,8 bilhão em mais de 37 mil operações, o PEAC-FGI, com repasses que totalizaram R? 1,3 bilhão em mais de 5 mil operações, e o PESE, repassando cerca de R? 144 milhões. Em linhas de crédito para folha de pagamento, o Sicredi repassou R? 125 milhões, enquanto que para capital de giro foram repassados R? 456 milhões.

Com soluções não financeiras, e por meio de suas cooperativas, o Sicredi reforçou suas ações sociais para promoção da inclusão e da diversidade. O Programa União Faz a Vida, que tem como objetivo disseminar os valores do cooperativismo entre crianças e jovens por meio da educação, chegou a marca de 2,1 milhões de impactados, com 100 mil projetos em desenvolvimento. Já o Programa Pertencer, aplicado para estimular a participação dos associados nas assembleias e outros momentos de decisão das cooperativas, contou com mais de 430 mil participantes em 1,6 mil assembleias. O Programa Crescer, iniciativa de educação cooperativa, registrou 87 mil participantes, enquanto o Comitê Mulher, iniciativa criada para estimular a equidade de gênero, foi nacionalizado em 2020 e hoje conta com mais de 30 grupos atuantes.

O trabalho de formação de jovens lideranças cooperativistas, realizado por meio dos Comitês Jovem do Sicredi, recebeu reconhecimento do Woccu este ano, tendo sido escolhido como modelo mundial para o fomento do segmento entre as novas gerações. Integrante do Comitê Jovem e associado do Sicredi, Vinícius Mattia, foi um dos vencedores no WYCUP - World Council Young Credit Union People , programa que tem o objetivo de estimular a formação de jovens lideranças e que premia participantes que desenvolveram projetos com potencial de causar influência global no Cooperativismo de Crédito. Como prêmio, Mattia participará da Conferência Mundial das Cooperativas de Crédito 2021, programada para ocorrer na Escócia. Tendo a Educação Financeira como uma de suas bandeiras, o Sicredi irá lançar, ainda em 2020, o programa Cooperação na Ponta do Lápis, buscando disseminar ações educacionais em todo o território nacional.

Tais iniciativas tornam o Sicredi uma referência para cooperativas de crédito de outros países - percepção compartilhada pelo presidente do Woccu, Brian Branch, que também não deixa de exaltar os benefícios para a sociedade. "Essas ações do Sicredi o tornam um modelo inspirador e são um exemplo de como o cooperativismo de crédito é essencial para evoluirmos em questões socioeconômicas", afirma ele, ressaltando que cooperativas foram fundamentais para minimizar problemas sociais na África, no Haiti, e até mesmo em países europeus mais desenvolvidos.

Futuro: inovação para gerar valor, experiências e relacionamento

Sempre tendo o associado no centro dos projetos, o Sicredi tem desenvolvido iniciativas e soluções, tanto em atendimento quanto em apoio, para oferecer experiências mais digitais e fluidas às pessoas. Iniciativas desenvolvidas e aprimoradas ao longo de 2020 são exemplo disso.

Por meio do WhatsApp Enterprise e de seu assistente virtual, Theo, o Sicredi realizou mais de 1,4 milhão de atendimentos, com mais de 1,2 milhão de mensagens trocadas pelo bot. Em sua parceria com o AgTech Garage, foi realizado o projeto "Desafio Covid-19: soluções digitais para o agronegócio", que teve como objetivo promover a difusão e a adoção de soluções confiáveis e de alto impacto desenvolvidas por startups para produtores rurais, além do Programa Intensive Connection, que buscou empresas para o desenvolvimento de tecnologias destinadas ao agrobusiness capazes de gerar transformações positivas no setor. Também merece destaque o aplicativo Sicredi Conecta , marketplace virtual que permite aos associados anunciar e vender produtos e serviços, e hoje reúne cerca de 43 mil usuários.

"O Sicredi está sempre aberto às inovações e às novas tecnologias. Embora elas permitam interações à distância, isso não significa que iremos nos distanciar em nossos relacionamentos, ao contrário, iremos cada vez mais e sempre estar próximos das pessoas", afirma Dasenbrock.

Assessoria de Imprensa