Newsletter
Notícias

Unimed Sul Capixaba compartilha experiência bem-sucedida com funcionário autista

06/04/2020

Nesta semana, em 2 de abril, é comemorado o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. A data é uma oportunidade de dar visibilidade ao tema, comemorar alguns avanços e refletir sobre os desafios. Estima-se que no Brasil haja 2 milhões de pessoas com o transtorno – e 70 milhões no mundo. Desses, apenas 20% estão empregados, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU).

Como forma de incentivar a inclusão e a diversidade, a Unimed Sul Capixaba contratou, em fevereiro deste ano, o Daniel Costa Sardenberg, autista, que atua como estagiário do setor de Almoxarifado.

Gustavo Fassarela, coordenador Administrativo, que tem acompanhado o desenvolvimento do Daniel desde que ele ingressou na cooperativa, falou sobre como foi a evolução da sua desenvoltura. “O Daniel é muito focado e pega rapidamente como realizar todos os processos. Tímido, nos primeiros dias quase não falava, mas agora, com todo o apoio e acolhimento que tem recebido da equipe, ele está se soltando e interagindo mais. Alegre e sorridente, já conseguimos perceber o quanto Daniel gosta de estar próximo e contribuindo com o setor”.

Para recebê-lo, a cooperativa fez um trabalho de adaptação. Tudo começou com diálogos com a mãe do Daniel antes mesmo da sua entrada na cooperativa. Para se familiarizar com o ambiente, Daniel conheceu os locais de trabalho junto com a mãe, por exemplo. Já a equipe de colegas recebeu orientações do colaborador e psicólogo Breno Nicoli, especialista em análise do comportamento aplicada no método ABA (Applied Behavior Analysis). A conscientização e o estímulo adequados são fundamentais para a inclusão do autista no ambiente junto daqueles que o acolhem.

“Ter um colaborador como o Daniel trabalhando na cooperativa e todo o preparo que desenvolvemos antes e depois da sua chegada representam avanços para a organização em se tratando de promover a diversidade, que é um tema ainda pouco trabalhado nas empresas no Brasil. Também é uma oportunidade de crescimento e desenvolvimento da empatia por todas as pessoas que trabalham com ele”, afirma o gerente de Gestão de Pessoas e Serviços da Unimed Sul Capixaba.

A mãe do Daniel, Telma Veridiano Costa Sandenberg, se emociona ao ver todo o seu progresso. “Vê-lo falando e se expressando é muito positivo. Só tenho a agradecer à Unimed. Tenho certeza de que ele vai atender a todas as expectativas da empresa. Ele é muito disciplinado. Agradeço o apoio de toda a equipe. Estamos muito felizes”.

O Daniel conta que se sente muito bem na Unimed Sul Capixaba. “Na primeira vez que estive na cooperativa, achei que seria difícil, que o pessoal do Almoxarifado iria me achar uma pessoa estranha, mas foi ao contrário. Achei que eles teriam dificuldade em me receber, já que muitas pessoas não conseguem entender o autismo, mas me receberam muito bem, tanto meus colegas de equipe quanto dos outros setores. Fui aprendendo as coisas do jeito que me ensinaram e espero, assim, continuar firme no trabalho”.

O jovem ressalta, ainda, que o estágio mudou muito sua vida. “Antes de conseguir o estágio, eu ficava em casa o dia todo, não fazia nada. A única coisa que fazia, às vezes, era assistir um jogo de futebol. Queria muito este estágio, ganhar meu dinheiro e ser mais independente, além de poder ajudar minha família a pagar algumas contas”.

E para quem ficou curioso, o Daniel é torcedor apaixonado pelo Fluminense.

Comunicação Unimed Sul Capixaba