Newsletter
Notícias

Educação cooperativista próximo de se tornar realidade em Goiás

12/08/2019

Na última quarta-feira (7), foi realizada uma reunião entre representantes da Secretaria Estadual de Educação de Goiás (Seduc) e o Sistema OCB/Sescoop-GO com o objetivo de encontrar uma estratégia para a implantação do projeto.

Em julho, as duas entidades já tinham se encontrado para debater o tema. A subsecretaria de Governança Educacional da Seduc, Rita de Cássia Ferreira, que participou dos dois encontros, o momento agora é de formatar o modelo em que o cooperativismo será inserido na grade curricular. “Estamos formatando as propostas. Não temos algo definido ainda. Mas temos certeza que a parceria vai ser firmada e vamos levar para dentro das escolas”, afirmou. 

A Seduc pensa em trabalhar o tema cooperativismo junto com outras disciplinas, em projetos extracurriculares.

Rita afirma que hoje, é preciso realizar uma formação dos professores que trabalharão com o assunto nas escolas. “A expertise da entidade nesse assunto será muito importante, contamos com ela. Os professores, ao saírem das universidades, não trazem esse conhecimento sobre o cooperativismo de forma tão didática. E o material que o SESCOOP/GO já tem vai ajudar muito nesse sentido”, comenta. 

O Sistema OCB/Sescoop-GO, por meio do seu presidente, Luís Alberto Pereira, participou da reunião e acredita que a entidade pode colaborar, fornecendo conteúdo e treinamento para os professores. “Se tiver um viés também de incentivar cooperativas-mirins, podemos passar para os professores tudo o que diz respeito à criação de uma cooperativa”, disse.

Luís Alberto acredita que o projeto de levar o cooperativismo para as escolas também é importante para que a filosofia e a cultura desse modelo de negócio sigam vivas e cada vez mais fortes. “Podemos garantir o futuro do cooperativismo e também melhorar a vida da comunidade ali ao redor. Essas crianças serão promotoras da cultura da cooperação e do desenvolvimento local”, argumenta.

OCB-GO