Newsletter
Informativos
Visualizar no navegador | Enviar para um amigo
 
  Nova edição da revista EasyCOOP: Na capa o vereador de São Paulo, Paulo Frange  

Olá, como vai?

Com a iminente chegada de vacinas contra a Covid-19, anseios por mais vida e menos sofrimento renascem no coração de cada um de nós. Os meses de isolamento nos ensinaram o valor da vida, da liberdade, da união. É hora de esquecer os dias de angústia e de reconstruir nossos sonhos, os sonhos de nossas famílias, de nossas comunidades, de nossas cidades e estados. É hora de nós, cooperativistas, nos unirmos ainda mais para ajudar a reconstruir o Brasil, impulsionando a economia e a geração de emprego e renda, em especial em nossa São Paulo.

É com esse espírito que destacamos em nossa reportagem de capa o vereador paulistano Paulo Frange (PTB), que está em seu sexto mandato (disputando o sétimo). Médico cardiologista, natural de Minas Gerais, veio recém-formado para São Paulo. Depois de anos dedicados à saúde, viu na política um caminho para realizar seu sonho de levar mais atendimento médico, educação e habitação mais digna para as periferias. Já são cinco os hospitais funcionando com seu apoio. Profundo conhecedor da cidade, elogia as conquistas dos últimos anos e deixa seu recado à futura Administração Municipal: “Sonhamos nesse momento ter uma cidade com menor diferença social e com mais oportunidades para a população mais excluída”. Apaixonado por cooperativismo, luta para reduzir ou zerar o ISS cobrado das cooperativas, em especial das de reciclagem e das ligadas à saúde. Um projeto dele (PL 275/2018), isentando esses setores do recolhimento do ISS, acaba de ser aprovado em 1º turno na Câmara.

Outro destaque: temos que acompanhar de perto a reforma tributária que está em debate no Congresso. Não deixe de ler o artigo “Reforma tributária e cooperativas”, no qual o consultor Dorly Dickel aponta o impacto da reforma para o cooperativismo e para o “ato cooperativo”. Há pedras no caminho.

Outro destaque: temos que acompanhar de perto a reforma tributária que está em debate no Congresso. Não deixe de ler o artigo “Reforma tributária e cooperativas”, no qual o consultor Dorly Dickel aponta o impacto da reforma para o cooperativismo e para o “ato cooperativo”. Há pedras no caminho.

Mas o cooperativismo também está presente quando precisamos de um psicólogo, de um dentista ou quando acendemos uma lâmpada. É o que mostram outras três reportagens que preparamos para você - sobre a Unipsico, a Uniodonto e a Cedrap. Tendo como especialidade Psicologia Clínica, a Unipsico foi criada em 1987, em São Paulo. Hoje, além da cooperativa “mãe”, que opera na Grande São Paulo, o Sistema Unipsico agrega outras 10 cooperativas parceiras/singulares - 4 em SP (1 no litoral e 3 no interior) e 6 em outros 6 estados. No total, são cerca de 800 cooperados e 180 mil consultas por ano.

O Sistema Uniodonto acaba de completar 48 anos. É formado por 117 cooperativas singulares, 9 federações – entre elas a Uniodonto Paulista - e 1 Central Nacional (Uniodonto do Brasil). Nascida em Santos (SP), em 1972, é a maior cooperativa odontológica do mundo, com mais de 22 mil dentistas cooperados. A Cooperativa de Eletrificação da Região do Alto Paraíba (SP) foi criada em 15/3/1964, numa época em que a eletrificação rural não atraía as concessionárias. Hoje, 56 anos depois, a Cedrap reúne 3.405 cooperados e opera em 7 municípios. Por fim, não deixe de ler nossas duas páginas de Coopernotas.

Beijos

Sandra Campos
Editora da Revista EasyCoop
www.easycoop.com.br
Celular 11-948-137-799

 
  Roberto Rodrigues prega a intercooperação no agronegócio   Bahia Produtiva investe na agricultura familiar e muda a vida da mulher e do homem do campo  
  O ex-ministro da Agricultura e embaixador especial da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) para o cooperativismo mundial, Roberto Rodrigues, falou sobre cooperação e intercooperação em live da OCB/MS   O Projeto Bahia Produtiva tem mudado a realidade da agricultura familiar na Bahia com o financiamento de projetos de inclusão produtiva e acesso ao mercado, assim como a implantação de sistemas de abastecimento
  Roberto Rodrigues prega a intercooperação no agronegócio   Bahia Produtiva investe na agricultura familiar e muda a vida da mulher e do homem do campo  
  O ex-ministro da Agricultura e embaixador especial da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) para o cooperativismo mundial, Roberto Rodrigues, falou sobre cooperação e intercooperação em live da OCB/MS   O Projeto Bahia Produtiva tem mudado a realidade da agricultura familiar na Bahia com o financiamento de projetos de inclusão produtiva e acesso ao mercado, assim como a implantação de sistemas de abastecimento
  Roberto Rodrigues prega a intercooperação no agronegócio   Bahia Produtiva investe na agricultura familiar e muda a vida da mulher e do homem do campo  
  O ex-ministro da Agricultura e embaixador especial da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) para o cooperativismo mundial, Roberto Rodrigues, falou sobre cooperação e intercooperação em live da OCB/MS   O Projeto Bahia Produtiva tem mudado a realidade da agricultura familiar na Bahia com o financiamento de projetos de inclusão produtiva e acesso ao mercado, assim como a implantação de sistemas de abastecimento
  Roberto Rodrigues prega a intercooperação no agronegócio   Bahia Produtiva investe na agricultura familiar e muda a vida da mulher e do homem do campo  
  O ex-ministro da Agricultura e embaixador especial da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) para o cooperativismo mundial, Roberto Rodrigues, falou sobre cooperação e intercooperação em live da OCB/MS   O Projeto Bahia Produtiva tem mudado a realidade da agricultura familiar na Bahia com o financiamento de projetos de inclusão produtiva e acesso ao mercado, assim como a implantação de sistemas de abastecimento