Newsletter
Informativos
Visualizar no navegador | Enviar para um amigo
 
 
Ato cooperado?  STJ vai decidir se cooperativas de táxi devem pagar ISS
Olá, como vai?!
 
Gostaria de compartilhar com você a notícia abaixo sobre o ISS,  que com certeza refletirá no Cooperativismo em todo o País.
 
Vamos ficar de olho e torcer para que possam vir bons frutos do STJ, pois as coisas estão muito difíceis para o cooperativismo.
 
Beijos,
 

Revista EasyCoop

www.easycoop.com.br

Celular 11-948-137-799

STJ vai decidir se cooperativas de táxi devem pagar ISS

http://bit.ly/TaxiISS

Uma cooperativa de táxi deve recolher o Imposto Sobre Serviço (ISS) sobre os  serviços prestados pelos seus cooperados? Por enquanto, o placar para esta resposta está empatado na 1ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O colegiado começou a julgar, na última terça-feira (19/6), o caso da Cooperativa União Serv dos Taxistas Autônomos de São Paulo, que alega não ser contribuinte do ISS. O julgamento foi interrompido com pedido de vista antecipada da ministra Regina Helena Costa.

A cooperativa pedia a aplicação ao caso das Súmulas 7 do STJ e 280 do Supremo Tribunal Federal (STF), requerendo o não conhecimento do recurso. A empresa argumentou ainda que os contratos têm por objeto os serviços de radiotaxi aos cooperados, e não contratos de transporte com aspectos negociais.

Em seu voto, o relator Gurgel de Faria entendeu que a atividade exercida pela cooperativa com terceiros não constitui ato cooperado, mas prestação de serviço de transporte pela entidade associativa, estando ela sujeita, portanto, à incidência do ISS. Ele votou pelo conhecimento do agravo da Fazenda Municipal para dar provimento ao seu recurso especial.

Gurgel de Faria considerou ainda que a cooperativa, após colher os boletos e emitir as faturas de serviços, providencia o pagamento dos associados e retém percentuais de 4% a 7 % a título de taxa de administração e obrigações tributárias. Por isso, para ele, a empresa deveria recolher o ISS sobre todos os valores que ingressam no seu caixa relativos aos serviços prestados pelos seus cooperados.  “Não seria ato típico corporativo. Incide ISS”, afirmou.

No entanto, o ministro Napoleão Nunes Maia Filho entendeu de forma contrária. Para ele, a cooperativa não presta serviço de táxi, mas apenas “faz o link” entre os motoristas e os clientes.

“A cooperativa não é contribuinte do ISS, independentemente de ato cooperativo porque ela não presta serviço de táxi. Quem presta são os taxistas”, afirmou o ministro.

Para Maia Filho, as cooperativas de trabalho fornecem a estrutura administrativa para que os associados cooperados possam prestar serviços ao mercado, buscando serviços para os cooperados e fazendo cobranças. Sendo assim, o tomador do serviço da cooperativa seria o cooperado.

 

 
NOTÍCIAS

 
STJ vai decidir se cooperativas de táxi devem pagar ISS
  1ª Turma analisa recurso de cooperativa de táxi que alega que suas atividades não constituem atos cooperados

Sicoob SC/RS participa do maior evento de TI do setor financeiro
  Delegação do Sicoob SC/RS presente no evento que abordou o desenvolvimento de tecnologias que vão impactar os negócios

Sicoob MaxiCrédito supera R$ 2 bilhões em ativos totais
  Uma das muitas assembleias do Sicoob MaxiCréditro, a quarta em número de associados entre as cooperativas de todos os sistemas

Pela terceira vez o café brasileiro será representado pela Coopfam na Saitex 2018
  A Cooperativa dos Agricultores Familiares de Poço Fundo e Região (Coopfam) é referência em agricultura orgânica, solidária e agroecológica

Cooperativa de Panificação do "Gente É Pra Brilhar" é treinada em manipulação de alimentos
  Bureau Veritas, parceiro do McDonalds, realiza oficina para cooperativa apoiada pela Metodista

Fundada a primeira Cooperativa de Agricultores Familiares de Ouro Preto
  A agricultura de Ouro Preto deu um importante passo no último dia 13 de junho

Iperó inaugura primeira cooperativa de reciclagem
  O Centro de Gerenciamento de Resíduos (CGR) Iperó é administrado pela Veolia Brasil e pela Danone.

Nova lei garante repasses do Fundo do Centro Oeste para cooperativas de crédito
  Já está em vigor a Lei 13.682, de 2018, que muda a fórmula de cálculo das taxas de juros incidentes sobre as operações de crédito não rural com recursos dos Fundos Constitucionais do Norte (FCN), Nordeste (FCNE) e Centro-Oeste (FCO).

Cooperativa Central de agricultura familiar é criada em Nova Ubiratã
  Foi criada em Nova Ubiratã a Cooperativa Central Mato-grossense da Agricultura Familiar Ltda. (CCMAF), com objetivo de reunir e integrar diversas associações e cooperativas de pequenos produtores rurais do Município e região

Coop investe R$ 1 milhão na nova drogaria de São Caetano
  Seguindo plano estratégico de chegar a 80 drogarias nos próximos três anos, a Coop - Cooperativa de Consumo inaugurará na quinta-feira (28/6) às 8h, a 17ª drogaria de rua, totalizando 48.

Em São Paulo, regulamentação de Lei de Economia Solidária é tema de audiência
  Lei estadual foi aprovada em 2011. Diversas entidades pedem que a economia solidária, objeto de estudo de Paul Singer, torne-se política de Estado

Prefeitura de São Paulo vai comprar alimentos e doá-los a famílias em vulnerabilidade social
  Produtos serão comprados de agricultores familiares ou organizações fornecedoras e doados a famílias em situação de vulnerabilidade social

Dia de Cooperar pretende mobilizar cooperativas com ações de responsabilidade social
  Com o tema Atitudes simples movem o mundo, o Dia de Cooperar (Dia C) 2018 oferece serviços gratuitos à comunidade, no Largo da Setembrina do Parque da Redenção, em Porto Alegre, no sábado (30), das 9h às 17h