Newsletter

Informativos

  De catadora a Deputada Estadual assim é a vida de Clélia Gomes    
MENU DE
ACESSO RÁPIDO
 
REVISTA
No Cooperativismo, oportunidades iguais - Márcio França
______________
ÚLTIMO INFORMATIVO 
Nova Edição da Revista EasyCoop entrevista Vice Governador de São Paulo Dr. Márcio França
______________
GALERIA DE FOTOS
Comemoração do Meio Ambiente Sustentabilidade Ambiental e Responsabilidade Social
______________
TV EASYCOOP
Coopercral em matéria do SPTV 1ª Edição
______________
ARTIGOS
Léo Trombka: Centenário no país, cooperativismo de crédito busca disseminação
______________
Eventos
15ª Conferência de Produção Mais Limpa e Mudanças Climáticas
______________
TODOS CONTRA A DENGUE
 
______________
GUIA DE BENEFÍCIOS
Veja o o guia de benefícios dos associados.

Olá, como vai?!

Quero compartilhar contigo a história da catadora que se tornou deputada estadual aqui em São Paulo.

Uma mulher sofrida e guerreira como tantas outras brasileiras. Sabe aquela pessoa que tinha tudo para dar errado e cair em profunda depressão diante de tantas dificuldades? Pois é, ela venceu! E acho que tenho o dever de compartilhar a história dela.

Clélia é filha de nordestinos, negra, pobre, vítima de violência doméstica, conviveu profundamente com o alcoolismo em sua família, passou por tantas coisas difíceis e não desistiu. Temos que mostrar para os nossos jovens que trabalhar vale apena, não importa que seja como secretária ou catadora, não importa a profissão, mas a verdade é que podemos vencer apesar das dificuldades.

Exemplos como Silvio Santos, que foi de camelô a dono de emissora de TV, devem ser amplamente divulgados para servir de exemplos e a Clélia também é um exemplo de luta, vitória, fé em Deus, garra e determinação.

O Brasil precisa de parlamentares que não esqueçam suas origens e façam pelo povo o que gostaria que fizessem com ele e pelo seus! Por exemplo, é um absurdo a humilhação que uma pessoa passa para ser atendido em um hospital público.

Moramos em um país rico, porém pessoas sem escrúpulos afundaram o nosso Brasil na miséria e dia a dia envergonham nossa nação.

Como disse a Deputada Clélia Gomes, ela tem o dever de deixar um legado e a obrigação de lutar por nós.

A porta do gabinete da Clélia está aberta e ela nos recebeu de braços abertos. Contamos a ela a luta das cooperativas pelo fim do registro obrigatório/compulsório das cooperativas a uma ONG que foi criada pela ditadura militar. Esta mesma ditadura que fez a Lei Geral do Cooperativismo em 1971, que obriga as cooperativas a se ligarem a esta ONG, colocando assim uma âncora no cooperativismo, que chega a ser uma bola de ferro em nosso pé.

Clélia nos ouviu atentamente e mostramos para ela que o todos os vereadores de São Paulo votaram a favor do fim desta obrigatoriedade, que é uma aberração, e que agora as cooperativas podem participar de licitações municipais sem discriminação. Contamos a ela que a Constituição de 88 nos assegurou liberdade e não podemos continuar ligados a uma ONG que não pratica os princípios do cooperativismo e esbanja o dinheiro que é arrecadado como se fosse papel sujo. Disse a ela que nós, brasileiros, estamos cansados dessa sujeira e podridão que assola o país, desse lobby sujo que o dinheiro compra e eles fazem para não aprovar o projeto de Lei 1271/2014, que tramita na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Mostramos à Deputada as diversas liminares e sentenças conquistadas na Justiça, em que os Juízes atestam tal obrigatoriedade de se ligar a uma ONG compulsoriamente é ilegal e inconstitucional.

Após uma análise jurídica a deputada Clélia Gomes, do PHS, disse “estou com vocês, pois a luta é justa, digna e verdadeira e vamos aprovar esse projeto de Lei 1271/2014 e vocês ganham uma guerreira dentro da Assembleia”. E realmente estamos vivendo e vendo Clélia cumprir sua palavra conosco.

Assista a entrevista com a Deputada Clélia do PHS veja como ela é especial!!!

Beijos,

Sandra Campos
Presidente
FETRABRAS – Federação Nacional dos Trabalhadores Cooperados
Editora Chefe - Portal e Revista EasyCOOP
Telefone: 11-3256-6009 ou 11-5093-5400
Celular: 11-7846-2836 TIM 948-137-799 WhatsApp
Endereço da sede da FETRABRAS/SINTRACESP
Alameda dos Jurupis, 1005 - CJ 114 - Moema
e-mail: sandra@sindicatodocooperado.org.br

_______________________________NOTÍCIAS_______________________________
MNCR: 15 anos de lutas, revolucionando histórias!
  No dia 07 de junho o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR) completa seus 15 anos de história, desde a primeira Marcha Nacional com mais de 5 mil catadores e catadoras de materiais recicláveis
 
Catadores da Zona Leste da São Paulo organizam luta por melhorias no trabalho
  Encontro reuniu a categoria na região mais populosa da capital paulista
 
Rondônia: Deputado Airton Gurgacz relata resultado de visita para cooperativa de catadores
  O deputado Airton Gurgacz (PDT), em seu pronunciamento na tarde desta terça-feira (21), no Plenário da Assembleia Legislativa, relatou visitas realizadas em Ji-Paraná, na Cooperativa dos Catadores, e em Porto Velho, no Conselho Municipal de Educação
 
"Somos reconhecidos após lei", diz catador de material reciclável
  A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) deu reconhecimento para os catadores, afirma o representante do Movimento Nacional dos Catadores, Roberto Laureano da Rocha
 
Ministro do Trabalho afirma que ações de Economia Solidária para população em situação de rua são prioridade
  Ministério do Trabalho já destinou R$ 10,4 milhões a entidades parceiras que atendem 4,2 mil pessoas
 
Cresol entrega colheitadeira para cooperados em Capanema
  A Cresol Capanema entregou no último dia 9 de junho a primeira colheitadeira adquirida através do Pronaf Mais Alimentos/BNDES
 
Energia solar é realidade em assentamento de agricultores familiares da Paraíba
  São 28 famílias que aderiram ao sistema de energia solar financiado pelo BNB
 

 

 

____________________________________________________________________